Publicado por: Alice (...e o Espelho Quebrado) | 10 de novembro de 2009

Caçando histórias.

E quando a vida nos lança num emaranhado de tramas e vai puxando as pontas do barbante, como que para incrementar o seu jogo.

 

Recentemente, li dois livros: A História do Livro (Geraldine Brooks) e O Caçador de Pipas (Khaled Hosseini).

A História do Livro é sóbrio, a autora tem a mão realista, nada de presunçosos finais fantasiosos ou felizes, apenas a natureza obscura do ser humano em seu avanço gradativo através dos séculos em perseguições e matanças.

Achei muito bom e não consegui larga-lo!

Já, O Caçador de Pipas… Bem… Ele é bem escrito, a narrativa, as lembranças. O que estraga? A personagem principal é um TREMENDO PAUNOCU e eu quase não o suportei até metade do livro. Na metade do livro, quando ele consegue meios de fingir ser outra pessoa ou fingir não ter tido aquele passado, ficou um pouco suportável e no fim, quando ele resolve ter alguma atitude decente, melhorou de vez no meu conceito.

Porque, para mim, não basta a história ser boa e a personagem ser um lixo; tem de haver o equilibrio; é como no livro O Velho e o Mar; você se apaixona pela personagem, mas quase não suporta a forma como a história é conduzida. Pois, em O Caçador de Pipas, você adora as lembranças e passa 80% da história sentindo desprezo pela personagem. No final, o camarada se emenda, graças a deus, porque, né? De filha da puta para sentirmos o desprezo, já basta algumas pessoinhas bem ‘inhas’ da vida normal.

Mas, agora falando sério. O autor d’O  Caçador de Pipas, me surpreendeu em determinada folha, onde o desespero era tão profundo que juro que quase chorei, senti aquela vontadezinha lá no fundo.

No livro A História do Livro, só senti vontade de chorar duas vezes: na história de Dora e na história de Ruti.

Minha próxima leitura?? A Menina Que Roubava Livros.

 

 

 

Anúncios

Responses

  1. Sim, as memórias são bem legais, a parte afegã sempre me deixa com um embrulho no estômago.

    Aliás, já leu o “Ensaio sobre a cegueira”?

    “A menina que roubava livros” eu adoro, muito mesmo.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: