Publicado por: Alice (...e o Espelho Quebrado) | 15 de março de 2009

Resumão

Os últimos dias foram cansativos demais. Uma semana no hospital, de acompanhante para a mãe não é pra qualquer um. E pior, que na enfermaria que ela ficou, tinha mais duas senhoras sem acompanhante. E coração de manteiga que sou, não consigo ficar parada sem ajudar. Então ajudava as enfermeiras com os banhos de assento, com a troca de roupa de cama, fraldas e até cumadres.

(Uma das senhoras -super querida – operara o ombro, a minha mãe e a outra senhorinha – do tipo bem chatinha, eu lhe dizia que ela não tinha enfermeiras e sim, vítimas que se revezavam em plantões – haviam operado o fêmur, as três estavam com dreno e não podiam levantar ¬¬”)

Conclusão: servi de acompanhante para três senhoras nos últimos dias. To com olheiras enormes, o corpo ainda cansado, a mente mais aliviada. Se ela não tivesse alta ontem, nem sei o que seria de mim.

As três internaram juntas, operaram e tiveram alta no mesmo dia. Agora, é só fazer os curativos, manter repouso e dia 30/03 voltar no HMSF para retirar os pontos e revisão com o ortopedista.

To cheia de coisas para organizar e limpar aqui em casa,  mas a única coisa que consegui fazer foi esvaziar a mala, colocar roupa para lavar, estender a roupa e cuidar da Aretha. Ela está tão carente, tadinha, eu só vim em casa na última semana duas vezes, para deixar bastante água e comida para ela, lhe dar um pouco de atenção, limpar a caixinha de areia (essencial), lavar roupas, pegar roupas e voltar para o hospital.

Agora a goooda está feliz da vida, toda ronronante e não sai de perto!

Eu tava morrendo de saudade dela, quando não conseguia relaxar o corpo na poltrona do hospital nem por um decreto, eu fechava os olhos e pensava nela, no seu pelo macio, em como ela amassa pãozinho nas minhas costas/barriga… Em como é sempre quentinho e confortável dormir agarradinha com ela.

To com todos os celulares para carregar e cadê vontade de levantar daqui? Mas preciso, só posso me dar o luxo de voltar a dormir quando essa casa estiver organizada e LIMPA. Ainda quero aproveitar a Lua Cheia e cortar meus cabelos hoje (o mesmo corte de antes, que além de ter adorado, tá mandando embora as partes mais detonadas do meu cabelo pelas descolorações) e uma manicure e depilaçãozinha também cairia muito bem.

Ai, Héstia, Juno e Hera, me dêem forças para aguentar essa tarefa de organizar esse lar, que tá dificil ter forças!

To ouvindo Muse (saudade!!) e pensando por onde começar. Talvez pela pilha de roupas para guardar.

E, antes de mais nada: Carol, Julli, Nana e Lu, e todas as ruivinhas do meu coração lá da comu: MUITO OBRIGADA pelo apoio, nem sei o que seria de mim sem seus pensamentos positivos, pela corrente de fé e pelo bem-querer que me têm. Eu também amo muito vocês; são minhas moginhas queridas e espero um dia poder agradecer suficientemente todo o apoio que sempre me dão.

Agradecimentos especiais também ao Armando, Gilmar, Fernando e Bruno.

Anúncios

Responses

  1. Agora é só aproveitar. Como diz o prefeito daqui de Goiânia quando tem obra na cidade: os transtornos passam, os benefícios ficam (minha professora de Water Bike também dizia isso quando a gente reclamava da aula puxada).

    Um beijo, querida! Também te amo!!!

  2. Essa rotina de hospital cansa demais! E agora está tudo bem? Sua mãe está bem?
    Bjks.

  3. Mariana, mamãe está bem sim! Agora são só curativos e repouso, mas já está andando um pouquinho e tudo!

  4. Imagina, não precisa agradecer!
    Fico muito feliz e satisfeita que tudo tenha corrido bem.

    Quando estamos longe, o mínimo que temos obrigação de fazer é enviar pensamentos positivos para aqueles que nos são caros! E mesmo sem conhecer a sua mãe, tenho certeza de que ela é uma pessoa maravilhosa, só pelo carinho com que você fala dela.

    Realmente é triste vermos que tanta gente passa pelas agruras de ficar internado dias a fio num hospital sem acompanhamento de algum parente, às vezes nem mesmo uma visita. Senti isso na pele, quando fiquei com a minha avó no hospital, quando ela fez mastectomia radical para remover um câncer de mama. É muito triste ver como alguns seres humanos conseguem abandonar totalmente até mesmo aquelas que lhes deram a vida… Lamentável.

    Beijo, querida! 🙂


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: