Publicado por: Alice (...e o Espelho Quebrado) | 1 de outubro de 2008

Pessoa de Lua x Maria Vai Com as Outras

Sinceramente, não consigo gostar nem de um tipo e nem de outro.

Todo mundo tem o direito de mudar, evoluir e etc, isso é a Lei básica da existência e, se não fosse pelo instinto primordial de ser melhor, ainda estaríamos nas cavernas, fazendo uga-buga e comendo raízes e folhas.

Mas, no caso das pessoas de lua e das maria vai com as outras… não se trata bem disso.

Pessoa de Lua: muda de idéia, time, religião, opção sexual e tudo o mais, a cada duas semanas. Mas, cuidado: a qualquer solavanco da estrada ou da vida – o que vier primeiro – a mudança acompanha e nem sempre esse espaço de duas semanas é respeitado.
E nem pense em lembra-la do time, religião ou filosofia de vida de uma semana atrás: ela irá pra cima de você com dois quentes e um fervendo pra te desmentir e vai fazer de tudo pra você acreditar que ela era desse modo de duas semanas atrás por causa da SUA maldita influência perniciosa.

Maria Vai Com as Outras: não tem opinião própria; escolhe uma pessoa que ela admira seja pela força ou mesmo pela personalidade e seu lema é ‘o que o mestre mandar, faremos todos’, como na brincadeira de criança.


O problema é que nem sempre, quem ela ‘admira’ é uma pessoa tão legal assim: na maioria dos casos, é uma pessoa bem articulada que acaba influenciando a cabecinha fraca da ‘maria’… e na grande maioria dos casos, essa pessoa bem articulada nem é tão bacana assim, porque pessoas bem resolvidas não precisam de um monte de gente sem personalidade atrás, imitando suas ações e concordando com os seus gostos e bancando as melhores amigas de infância – nem que seja dos últimos quinze minutos.

 Quem gosta disso é gente que precisa de aprovação, que não sabe o que quer e que tem medo de viver – e que, para mim, está no mesmo nível que esses dois tipinhos descritos acima.

Pronto, falei.

 

*** update ***

Respondendo ao comentário da Nana: 

“(…)

Mas há que saber discernir quando alguém muda por influência ou por conta própria. E nisso, o ser humano é péssimo, pois costuma julgar sem saber. E na graaande maioria das vezes, as coisas não são como parecem ser.”

Como eu disse no começo do texto, NADA contra as pessoas mudarem. E ninguém está aqui para julgar, até porque se é pra ser juíz que seja logo concursado e ganhando aquela maravilha de salário e bem, isso envolve muitos custos, tempo, investimento e haja saco pra decorar TODO o código penal, civil e etc.

Mas se trata de uma profunda repugnância/ojeriza que me acomete de pessoas tão fracas e bobas assim.

Isso ocorre a mais alguém?

Anúncios

Responses

  1. Adorei. 🙂
    Não conseguiria me expressar melhor!

  2. Lendo seu post lembrei da conversa que tivemos esses dias, via MSN, das melhores amigas para sempre dos últimos 15 minutos. Aliás, adorei essa sua definição! 😀

    Engraçado… de alguma forma existe uma relação entre as pessoas de lua e as maria-vai-com-as-outras.

    Pessoas de lua sempre buscam influência, direta ou indireta, de alguém que elas considerem o centro do seu Universo. E sempre precisam da concordância alheia para validar suas opiniões.

    Pessoas maria-vai-com-as-outras são assim justamente pra buscar aprovação de quem previamente já concorda com seu jeito recém-adquirido de ser.

    Nessas horas que me sinto bem “solitária”, mas satisfeita comigo mesma. Nunca precisei ter ninguém apoiando as minhas opiniões, pois sempre fui convicta delas por conta própria. E ao contrário da maioria das pessoas no mundo que se sentem “poderosas” com amigos de ocasião ou por arrebanhar “fãs”, eu odeio gente imitando meu jeito de ser e de pensar. O problema é que geralmente defendo com paixão as coisas nas quais acredito e sempre acham que tô tentando convencer alguém a pensar como eu, quando na verdade eu estou tão-somente defendendo (ainda que de forma agressiva) o meu ponto de vista.

    Mas há que saber discernir quando alguém muda por influência ou por conta própria. E nisso, o ser humano é péssimo, pois costuma julgar sem saber. E na graaande maioria das vezes, as coisas não são como parecem ser.

    Beijo Shay! 🙂

  3. Nossa, concordo taaaanto com você.

  4. Ocorre a mim.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: