Publicado por: Alice (...e o Espelho Quebrado) | 1 de outubro de 2008

Gabeira 43

 

 

 

Vote Gabeira, Vote 43

Vote Gabeira, Vote 43

Eu sei que é chato, mas esse post só fica no topo da página até domingo (as atualizações ficarão abaixo dele), depois é meio como que um apoio porque estou grata de ele não ter sujado a minha cidade, como TODOS OS OUTROS FIZERAM; 

Tudo bem ele não falar mal dos opositores; mas eu não tenho nada com esse compromisso e vou contar umas coisinhas aqui sobre os outros candidatos, pra depois ninguém dizer que ‘ah, eu não sabia’:

  • Eduardo Paes está ‘fechado’ com Sérgio Cabral e Lula. O sr. presidente dispensa comentários e nosso querido governador que adora chamar médicos que ganham uma merreca – pra ter idéia, o salário do médico no Rio não dá pra pagar METADE de UMA mensalidade na faculdade de medicina – de VAGABUNDOS e outros adjetivos tão positivos. Dá pra confiar num cara desses??
  • Bispo Crivella: quando eu era criança, minha mãe tinha uns cds dele e juro, a grafia do nome dele no cd era CriveLa. Isso aí, com um ‘L’ só. Duplicou o ‘L’ porquê? Será que o Bispo da Igreja Universal acredita em numerologia?? Aí é a prova que realmente, o nome muda a pessoa. De cantor fuleiro virou político, fez o ‘milagre’ do Cimento Social que foi aprovado SEM passar pelo Senado e resultou na MORTE DAQUELES 3 RAPAZES NO MORRO DA PROVIDÊNCIA. E, como se isso não bastasse, ainda por cima quer promover uma PASSEATA PELA DEFESA DO DIREITO DE SER HOMOFÓBICO, caso a lei que estipula homofobia como CRIME seja aprovada no Senado. Prefeito com passado político no senado duvidoso e ainda por cima HOMOFÓBICO numa cidade que tem passeata gay a cada 3 repirações??
  • Jandira: eu até gosto dela, mas sei que lhe falta força pra chegar melhor nessa disputa. Grande parte da classe médica não lhe é simpática – meio estranho já que ela é médica, será que tanta aversão é por ela apoiar a liberação do aborto? – e pra piorar as coisas, ela é mulher. E fora que nego surta achando que de repente o municipio vai virar ditadura socialista (e eu me lembro dessa política paternalista que está aí e me pergunto se isso já não meio que aconteceu).
  • Os demais candidatos dispensam comentários; sequer conseguiriam um quarto lugar.

 

Vamos esquecer essa conversa toda e falar sério logo, diretamente.

 

 

 

Não tem mais jeito. Já ficamos muito tempo na sombra morna da amendoeira, nesse serão funcionalismo-público, no encosta-barriga. É tempo de guerra aqui no Rio, e os motivos são tão óbvios que não precisa dizer. Então, vamos fazer algo novo, pra frente. Agora a gente tem que mudar mesmo. Agora, “já é ou já era”.

Segue abaixo um pouquinho do Gabeira, pra gente levar esse homem logo pro segundo turno:

– Você anda na rua e qualquer pessoa te diz: “É, o Gabeira é honesto”. Muitos que dizem não vão votar nele, mas todos são unânimes no quesito honestidade / caráter do Gabeira. De começo, já é tudo que a gente precisa.

– Vai reformular o sistema de transporte, se baseando no modelo de Curitiba, que dispensa comentário. Além disso: metrô, bicicleta e relicitação das malditas linhas de ônibus.

– É o único candidato que em seu programa assina o compromisso de não lotear cargos da prefeitura com indicações políticas. Está no programa de governo. Nenhum outro fez isso.

– Único candidato que se comprometeu a não poluir a cidade com cartazes, e não poluiu. Pagou um preço por isso – a publicidade é realmente tudo nesse jogo -, mas não se vê um pobre diabo na rua vigiando placa de candidato. Detalhe: essa galera ganha R$ 10 por dia pra fazer isso.

– Prometeu não falar mal dos seus adversários e não falou.

– Suas propostas na área de saúde foram escolhidas como as melhores por especialistas da área médica, segundo pesquisa do jornal O Globo.

– Único candidato que aborda o problema da segurança desde o centro de poder. Ele falou que uma parte da câmara de vereadores, na verdade, é de matadores. Quem mais teve esse peito?

– Gabeira fala de desfavelização – assunto impopular e em que nenhum candidato ousa tocar, sob pena de perder curral eleitoral. Gente boa que mora na favela não queria morar lá.

– Como é de costume, é o único candidato que, se afastando do discurso demagogo, assume o compromisso de trazer a iniciativa privada para fazer parcerias com a prefeitura. Gabeira é lúcido, soube atualizar-se ideologicamente. A prefeitura sozinha não movimenta as reformas profundíssimas de que o Rio precisa. E as empresas precisam fazer sua parte também. Em São Paulo isso já acontece. Parceria e zero hipocrisia.

– Apesar de passar para o eleitorado menos informado uma postura pacata (alguns o acham “devagar”, sem pulso), Gabeira tem um histórico de ação, de combate e coragem. Educadamente, lutou contra o regime militar, educadamente foi metralhado e preso. Liderou o movimento que derrubou o deputado Severino Cavalcanti, quando fez, educadamente, discursos incríveis. E, importantíssimo: é o único político que toca no PMDB, esse monstro imenso, origem de quase toda merda que a gente atura na política brasileira.

– Agora, só para os fãs do Caetano, uma palavrinha:

Que diabo é isso de dizer que Gabeira é“Zona Sul”? Gabeira é mineiro, jornalista, foi revolucionário exilado, trabalhou como motorneiro de metrô em Estocolmo. E é o homem que representa o que o Rio deve dizer que quer agora: dignidade. Ele tem a ver com um futuro bacana que os cariocas não podem jogar fora. Tudo a ver com a coragem de enfrentar os corruptos do Planalto – no legislativo e no executivo – e nada a ver com esse folclore de drogas: eu odeio maconha e vou votar nele.” Caetano, do seu blog ‘Obra em Progresso’.

Os eleitores cariocas temos de nos encontrar em torno do nome de FERNANDO GABEIRA. É isso aí: GABEIRA para prefeito do Rio deve tornar-se a decisão das pessoas lúcidas e honradas dessa cidade, vivam elas no Complexo do Alemão ou na Gávea, na Barra ou em Parada de Lucas, em Santa Teresa ou no Vidigal, na Ilha do Governador ou no Leblon. GABEIRA: não podemos perder essa oportunidade de dizer algo nítido. ACORDA, RIO DE JANEIRO, AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS ESTÃO AÍ.” Caetano, do seu blog ‘Obra em Progresso’

Bom link:
http://gabeira.com/gabeira43/?p=604

A gente tem que voltar a ser o que desde a década de 60 deixou de ser: a melhor cidade da América do Sul (como no verso de Caê).
Vamos embora, é Gabeira!

[copiado da Julli que copiou do Felipe ]

Vote 43, GABEIRA
Vote 43, GABEIRA

Obrigada, Rio! Agora no Segundo Turno, vamos dar uma chance para mudanças!

Anúncios

Responses

  1. Cara, meu ‘afilhado’, haha, manda muito bem.

  2. Oh, Deus, propaganda política até nos blogs? o.O

    Hahaha, tô brincando. Mas o Gabeira perdeu meu voto pra sempre depois que passou pelo PT. Questão de princípios políticos.

    Felizmente eu não voto, só justifico a ausência, pois faz tempo que “desisti” da política.

    Beijo! 🙂

  3. Ainda bem que você não vota no Rio, Nana…

  4. Desejo sinceramente que o Rio tenha um bom prefeito.
    Sou carioca, amo esta cidade tão judiada… mas não voltaria a morar aí.
    Na melhor das opções, realmente é o Gabeira.
    Beijo!

  5. Realmente, desde a pré-candidatura meu voto já era dele.

    Assim como a Nana tive minha fase de ‘desilusão’ qnd ele passou pelo PT, mas ao contrário dela pude perdoar. XD

    Acho q pessoas têm o direito de errar e a ‘redenção’ dele, p/ mim, foi ter se retirado do partido, q realmente nada tem a ver com os ideais e postura politicos dele.

    Vamos tentar, pelo menos, levá-lo ao 2º turno. A partir dali a coisa muda.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: